PRIMEIRO KART ECOLÓGICO PORTUGUÊS
SUPERA PROVA DE ENDURANCE NA BATALHA

 

O EcoKart G1 cortou a linha da meta da mais reconhecida prova portuguesa de endurance em karting. No fim-de-semana de 4 e 5 de Junho, nas 24 Horas da Batalha organizada pela EUROINDY, o projeto EcoKart demonstrou ser um marco na mobilidade verde em Portugal.

O EcoKart G1 arrancou em grande perfomance para uma participação extra classificação no maior evento de endurance em karting na Península Ibérica. O teste de esforço foi superado com êxito e demonstrou as capacidades deste novo kart sem emissões poluentes, o primeiro da primeira frota portuguesa de karts eléctricos, totalmente concebido e construído em Portugal.

Esta prova revelou-se um marco na mobilidade verde já que o EcoKart G1 conseguiu cortar a linha da meta concretizando mais de 300 voltas à pista Euroindy atingindo tempos que não deixaram ninguém indiferente. Juntou-se a diversão à sensibilização para a necessidade urgente da prática de um desporto motorizado menos poluente.

A Team Ecokart 24h integrou os pilotos Paulo Viegas, João de Carvalho, Zé Nuno Leal e José Nobre e ainda António Gonçalves Pereira, mentor do Ecokart Portugal; António Pragosa, da Euroindy e responsável pelo projecto Ecokart G1; Isabel Dinis da Fonseca, da Ecokart Portugal e chefe de equipa; e o Engenheiro Pedro Carvalho, director técnico projeto Ecokart G1. Foi em clima de celebração que a Team Ecokart 24h alcançou a meta no kartódromo da Batalha.

Além da superação do Ecokart G1 nesta prova, foram também alcançados os objetivos que conduziram esta ação: mostrar ao público em geral, e aos amantes dos desportos motorizados em particular, que existem alternativas não poluentes para um futuro melhor; demonstrar que existe potencial e investidores em Portugal que já apostam na evolução racional da mobilidade verde e efectuar um teste de esforço ao protótipo da primeira frota portuguesa de karts eléctricos.

As 24 Horas da Batalha contribuíram para um fim-de-semana de diversão amiga do ambiente, sem esquecer a vertente solidária, e mostraram que o Ecokart tem a resistência necessária para o futuro.